Salve, salve as Fuxiqueiras do Coque!!!

março 5, 2012

Sandra Barros, nossa arte-educadora, tem motivos de sobra para estar felicíssima com o trabalho que vem realizando com as mulheres da comunidade. Na última sexta, chegou mais uma: Maria Lourenço Barreto, 85 anos. Foi tratada com carinho por todas as outras treze fuxiqueiras que, cada vez mais, aumentam sua integração. Já marcaram até um almoço para o dia da mulher: quinta, 8 de março. Elas mesmas se dispuseram a fazer tudo: cada uma levará um prato e… nada de homens! Deixemos que a própria Sandra faça seu relato:

 

“Alguns minutos após iniciar o trabalho com as mulheres, entra Laís, de braços dados com uma senhora bem vestida, cheirosa, de cabelos longos e branquinhos como a neve. E me fala: professora essa é minha avó, ela veio para aprender artesanato.

Fiz as honras da casa, bastante emocionada com seu abraço forte, seguro e abençoando todas nós. Presença marcante ao nosso grupo, as mulheres pegram-lhe a cadeira, tratavam-na por vó, mostravam-lhes os trabalhos. Muito simpática, ela sorria e contava suas histórias sobre o fuxico que confeccionara na mocidade. E neste clima de festa e contação de histórias, concluímos os trabalhos. Ao perguntar seu nome e idade, ,me respondeu alto e em bom tom: Maria Lourenço Barreto, 85 anos e única na cidade do Recife.

Enquanto isso, outras três mulheres começavam a organização de um almoço para o dia 08, em homenagem ao dia Internacional da Mulher. Dona Maria (vó), como convidada especial, não precisava trazer nada. Neste momento, me afastei um pouco e passei a observar: as brincadeiras, os sorrisos, a interação, a paz que existia naquele momento entre elas. Só voltei a mim, quando a voz firme de Maria Creuza me perguntou o prato que eu iria fazer para o almoço. Confesso que ainda tentei transformar este evento para uma coisa mais simples, mas todos os meus argumentos foram superados, ficando o almoço marcado para o dia 08 às 13h00min.

Rafael, em um dado momento, entrou na sala falando que já estava dando fome de tanto ouvir falar em comida. Elas olharam para ele e responderam: – Rafael, estamos falando do nosso almoço na quinta-feira e homem não entra, lhe daremos um prato de comida e vamos fechar a porta. Riram e estavam felizes… Pude perceber o brilho em seus olhares…  Para mim, que estava como espectadora, foi muito emocionante. Ao mesmo tempo, passava em minha mente cenas de um filme não tão distante de brigas e trocas de ofensas entre algumas mulheres do grupo…  E hoje, estavam trabalhando e interagindo juntas na organização de um evento em homenagem a elas mesmas…” (Sandra Barros)    


Este Urso sabe ler, eu também quero aprender!!!

março 2, 2012

“Este Urso sabe ler, eu também quero aprender”!

Este foi o refrão repetido pela meninada nesta quarta-feira, durante o percurso do Urso Leitor.

Na frente, puxando o cordão, nosso Urso – orgulhosíssimo de sua função. O estandarte vinha logo atrás, com as crianças se revezando para levá-lo.

No som, o trio pé-de-serra formado por Ronaldo, Marcílio e Hugo. E entre todos, muita animação. Por onde passava nas ruas do Coque, o “Urso Leitor” animava os moradores. Alguns se juntaram ao bloco, outros ficavam dançando nas calçadas. No meio do percurso, houve até quem arrumasse um potinho de tinta branca para fazer mela-mela… E o hino, uma versão de Vassourinhas, contava a história deste urso que descobriu como ler é divertido. E terminava assim:

“e agora que sabe ler
ele não passa sufoco,
ninguém mais engana o Urso,
pois de tudo sabe um pouco”.

Confiram as fotos:

 


Carnaval se prolonga na Biblioteca do Coque

fevereiro 23, 2012

Tudo confirmado!

Na próxima quarta-feira, 29 de fevereiro, a meninada da Biblioteca leva às ruas do Coque o “Urso Leitor”. O trio de pé-de-serra já confirmou presença e a galerinha está ensaiando a música, uma versão de “Vassourinhas”. As mulheres, junto com nossa arte-educadora Sandra Barros, estão dando um grau no estandarte. E, quem quiser acompanhar, está convidado. O Urso sai da Biblioteca, passa em algumas escolas das imediações, chega até a Academia da Cidade e volta. Então, anotem:

Quarta, 29 de fevereiro: a partir das 16 horas.


Fim de Colônia. Rumo ao Urso Leitor

fevereiro 8, 2012

A Colônia de Férias terminou. E as férias também. Mas a Biblioteca continua cheia de atividades. A oficina de artesanto com as mulheres, por exemplo, vai continuar. E as leituras e contações de história também. Este mês, aliás, é carnaval. E, pelo segundo ano, vamos sair com o “Urso Leitor”. Desta vez, com o apoio do Funcultura, poderemos ter uma musiquinha, além das panelas batendo e dos chocalhos remexendo.  O Urso vai sair na quarta-feira, dia 29 de fevereiro, estendendo o carnaval uma semana depois. E o mote é o mesmo: “Nosso Urso sabe ler. Eu também quero aprender”. Vamos tentar musicar o poeminha do Urso pra meninada sair cantando. Eis os versos:

Este urso descobriu
uma diversão legal!
Ele agora lê de tudo:
livro, gibi e jornal.

Antes de ir pra escola,
ele lê uma poesia.
Antes de ir jogar bola,
lê a revista da tia.

Antes de rodar pião,
lê um conto de terror,
um livro de ficção,
um romance de amor.

Antes da bola de gude,
um gibi de Tio Patinhas
Antes de empinar pipa,
mais uns cinco poeminhas.

Um livro depois do almoço,
um jornal de meio-dia,
antes da janta a revista,
pra dormir uma poesia.

E agora que sabe ler,
ele não passa sufoco
Ninguém mais engana o urso,
pois de tudo sabe um pouco!!!

Mas, para fechar janeiro com chave de ouro, confiram as fotos da apresentação do grupo Renascer do Coque, que encerrou a programação da Colônia:

 


Apresentação de dança neste sábado encerra Colônia de Férias

fevereiro 2, 2012

Neste sábado, à tarde, tem apresentação do Grupo de Dança Renascer do Coque. A apresentação, na realidade, estava prevista para acontecer no sábado passado, mas por conta de problemas na agenda do grupo convidado, foi adiada para agora. Com isso, a Colônia de Férias chega ao final, porque, afinal, é tempo de voltar às aulas. Mas o janeiro foi muito bom: teve oficinas de dança e de percussão; apresentação do Baile dos Seres Imaginários; contação de histórias; exibição de filmes; oficina de artesanato. Confiram algumas fotos da apresentação do Baile dos Seres Imaginários.

E fotos da oficina de dança:


Mulheres artesãs

janeiro 31, 2012

Hoje, algumas mulheres vieram até a Biblioteca. Estavam felizes. Mostravam, orgulhosas, o material que haviam confeccionado na oficina de artesanato – um dos grandes sucessos da Colônia de Férias. Deixemos que a própria facilitadora da oficina, Sandra Barros, fale da experiência. E confiram as fotos.

Estou enviando as fotos da arte das mulheres do Coque na colônia de férias. Confeccionaram um organizador ou porta-objetos. Reciclamos uma caixa com jornal,  impermeabilizamos e decoramos com o fuxico/flor, viés, fita e muita criatividade.
As mulheres ficaram surpresas, encantadas com a reciclagem e, ao mesmo tempo, orgulhosas pelo seu trabalho.

Achei muito legal a autoestima das participantes, os sorrisos e as brincadeiras. Cada uma verbalizava seu sonho e desejo com o artesanato. Mas o principal foi perceber uma nova expectativa. Valeu a experiência!!! Para mim só veio aumentar o meu desejo de continuar o trabalho. Ficou para todas, inclusive para mim, o gosto de quero mais e a certeza  de que posso ajudá-las a ter uma vida diferente e mais produtiva.

Os textos, as brincadeiras, as reflexões… tudo foi trabalhado e bem aceito. Notória a importância da leitura, assim como de trabalhar o hábito da leitura. Falaria muito mais, estou feliz!!! Conto com vocês na nova empreitada.
 
Beijos!!!
Sandra Barros


Mais notícias da Colônia de Férias

janeiro 26, 2012

Muito linda a contribuição da mediadora Solange Barros à nossa Colônia de Férias.

Solange encantou as crianças com suas atividades e leituras.

Pra começar, as próprias  crianças deram o seu recado, opinaram e sugeriram, montando junto com a mediadora um painel de programação.

Depois, teve uma porção de leituras, com poemas e imagens: “Telefone sem fio”,  de Illan Brenman e Renato Moricon;  “Tempo da Mochila”, de Ninfa Parreiras; “Minhas Rimas de Cordel”, de César Obied; “Você troca?”, de Eva Furnari. E teve atividades bem divertidas: criação de histórias, jogo da memória, adivinhações e construção de texto com base no livro da Eva Furnari. Confiram as fotos: